S. João, Porto, hammers
» » » São João – a longa noite do Porto

São João – a longa noite do Porto

posted in: Transportes | 0

O Verão traz consigo as noites mais curtas do ano, mas no Porto, a noite que representa os festejos do solstício de verão, é mesmo a mais longa de todas.

Todos os anos de 23 para 24 de junho os portuenses preparam-se para a melhor e mais longa noite da cidade, a noite de São João. Do equipamento básico fazem parte as sardinhas, o pimento, os martelos, a cidreira e o alho-porro.

Basil Pots - a tradition in S. João in Porto
Manjericos

Tradição convertida do paganismo ao catolicismo sob a alçada de São João, algumas destas tradições antigas ainda se fazem como o passar da cidreira ou para os mais intensos o alho-porro pelos narizes das pessoas, um símbolo de fertilidade. Também ainda se pode saltar sobre a fogueira em alguns bairros. Hábitos comuns por exemplo nos países nórdicos, onde o solstício também se comemora desta forma.

S. João, Porto, hammers
Martelos de S. João

À tradição adicionou-se por alturas dos finais dos anos sessenta o martelinho, brinquedo que não tendo saído da fábrica que o produziu, saiu por esta ocasião nas mãos de estudantes e se popularizou de tal forma que hoje é tão importante para a festa como as ervas.

S. João, Porto, a band
Bandas nos bailaricos do Porto

A festa pode começar pela tradicional sardinhada, depois em grupos as pessoas seguem a pé até à Baixa passando pelos inevitáveis bailaricos. De acordo com a tradiçao a festa terminaria já pela manhã na Foz, com os mais afoitos a mergulhar nas águas frias do Atlântico, inaugurando assim o verão.